As crenças limitantes do nosso dia a dia

crancas
Desde que nascemos ouvimos algumas frases prontas que vão minando nossos cérebros e nos travando durante nossas vidas. “Dinheiro não traz felicidade”, “Melhor o certo do que o duvidoso” ou até mesmo “Você nunca prosperará na vida, pois nasceu de família pobre”. Estas e outras frases com o passar do tempo vão detonando nossos sonhos e nos empurrando para baixo e ficam ecoando em nossas mentes a ponto de acreditarmos que elas são verdadeiras, que realmente não nascemos para brilhar e que isto é privilégio de alguns somente.

O difícil não é começar a acreditar nisso e sim tirá-los de nossas mentes e corações, sabe por quê? Estas frases são  paradigmas que ficam enraizados dentro de nós, grudados ao ponto de acreditarmos nelas como uma verdade absoluta. Mas as perguntas mais sensatas para este momento são: “Você está feliz em pensar deste jeito?” “Se não, então como você gostaria de pensar?” E quais os benefícios você teria se começasse a pensar diferente? Se estas perguntas bateram forte no seu coração e lhe fizeram refletir, então o que lhe impede de agir?

Talvez você esteja se perguntando: “Por onde começo?” Vamos iniciar pelo foco na solução, ou seja, no que você quer ao invés de focar no problema que é o que você não quer mais na sua vida. Logo depois imagine o sentimento que terá ao descartar o que não quer mais. Por exemplo, algumas pessoas têm o hábito de dizer que nem adianta provar uma comida, pois têm certeza de que não vão gostar mesmo. Parece um pouco óbvio dizer para estas pessoas que bastariam provar e pronto, dai teriam a real certeza de que não gostaram de tal comida, mas há algo dentro delas que a limitam, são as crenças de que não adianta provar, pois não vão gostar.

Neste exemplo, foque no que você quer, ou seja, provar a comida para ter certeza se gosta ou não. Portanto, esvazie sua mente e alma, seja imparcial ao provar algo e talvez você passe a gostar… ou não! Mas o fator mais importante não é provar ou não a comida, mas sim fazer um movimento diferente rumo a algo que pode lhe trazer muita satisfação.

Entenda que crenças limitantes só servem para lhe atrapalhar, pois como o nome está dizendo, lhe limita a seguir em frente. Portanto, derrube-as com toda sua força pois o mundo muda todo o tempo e o que de repente foi considerado verdade no passado pode não fazer nenhum sentido nos dias de hoje. Pense nisso!

Sucesso a todos!
Ebook Amandio Junior
Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.

Faça do seu propósito o seu propósito

proposito

Dizem os mais românticos que ninguém veio este mundo a passeio, isto é pura verdade. Porém, pior do que achar que alguém veio passear por estas bandas é não saber para que veio, qual a missão que veio cumprir. Realmente viemos para este mundo com uma missão, não é uma tarefa muito fácil descobrir o real motivo ou reais motivos de exercermos algumas tarefas e abraçamos algumas responsabilidades, assim como também não é fácil entender porque fazemos algo com excelência.

Você já teve um prazer imensurável de realizar algo e não entender o porquê de tanta felicidade? Minha vida sempre foi ligada à educação, comecei a ministrar aulas de Inglês aos 17 anos e só eu sei a felicidade que eu sentia quando eu conseguia ajudar uma turma inteira cantar uma música. Naquela época eu não tinha maturidade para pensar em propósito de vida, só queria me divertir.

Durante minha trajetória profissional tentei ser empresário do ramo do comércio e da indústria também, porém comecei a perceber que a vida me levava para a sala de aula. Com o passar do tempo vi que estar multiplicando conhecimento era meu propósito de vida, entendi o porquê de tanta felicidade em ajudar pessoas.

Porém, eu resolvi ir mais a fundo. Passei a fazer do meu propósito meu propósito, de que maneira? Eu explico.

Depois que percebi as vezes que eu não levei a frente outras empresas não era com o mesmo prazer de quando estava ajudando pessoas a obter conhecimento em algo, então decidi fazer com mais maestria e afinco o que já considerava que fazia bem. Eu pensei: Deus está me mostrando que este é meu caminho, então farei de tudo para ser com excelência, pois presente de Deus não se deve descartar.

Portanto, fazer do seu propósito o seu propósito requer alguns pontos a ponderar:

1. Descubra o que te deixa feliz ao realizar, o que deixa com brilho nos olhos e com uma leveza no coração por fazer bem ao próximo.

2. Perceba se o que faz está além da remuneração, ou seja, se o realizar é mais forte do que a recompensa financeira, pois dinheiro é a consequência de um trabalho bem feito.

3. Transforme o bom em excelente. O bom sempre será bom à medida que o transformamos em algo melhor. O problema de ficar no bom é que muita gente já faz isso. Portanto, faça diferente.

4. Comemore. Cada passo que você caminha rumo à excelência  precisa ser celebrado como o primeiro.

5. Seja feliz!

Sucesso a todos!
Ebook Amandio Junior
Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.

Manual de como não realizar seus sonhos

sonho

O ser humano sonha desde o momento em que começa a querer mudanças em sua vida, é comum querermos almejar patamares além daqueles que já chegamos por diversas razões: uma renda maior, conquistar a pessoa amada, reconhecimento, uma viagem a um lugar nunca antes visitado, enfim há mil e uma razões para sonharmos.

Agir em prol de uma realização pessoal ou profissional é louvável, porém o caminho para chegar muitas vezes é longo e doloroso, então há duas saídas: trilhar este caminho árduo e depois desfrutar da vitória ou desistir, o que muita gente faz. Mas você já parou para pensar o porque de desistir do sonho? De algo que almejou e que por algum momento quis para si? As razões eu vou chamar de sabotadores, ou quem sabe de utópicos, na verdade o nome não importa o que importa é que há fatores que atrapalham a realização do que queremos e que muitas vezes desconhecemos. Abaixo alguns desses fatores:

Fator 1. Acreditar que será bem sucedido da noite para o dia. O Brasileiro é caracterizado como imediatista, pois mal abre um empreendimento e já quer estar obtendo lucro. Isso é completamente fora de cogitação, pois se você pesquisar sobre pessoas de sucesso, você verá que todas elas levaram muito tempo para obter o resultado queriam. Não há sucesso imediato, todos nós precisamos de um tempo de maturação para obter a excelência e isto requer muito treino, muito estudo, muita prática.

Fato 2. Deixar de fazer o que se propõe com excelência. Qual é o conceito de bom e de excelente para você? Para muitos o bom já está bom, para outros o bom é apenas mais um degrau para o excelente. Pessoas que fazem a diferença nunca se conformam com o bom, sempre correm atrás da superação.

Fato 3. Acreditar que o sucesso acontece sem percalços. Um dos fatores que atrapalha a evolução do ser humano é quando ele se depara com alguma situação inesperada e desiste pelo meio do caminho. Todo caminho em direção ao seu objetivo será recheado de pedras e espinhos, porém um bom planejamento faz com que você tenha alternativas e não fique preso a só um caminho.

Fato 4. Responsabilizar tudo e todos por não conseguir o que deseja. A escolha de buscar o que você deseja partiu da mente e do coração de quem? Provavelmente você dirá que de você, muito bem. Então se as coisas não saírem do jeito como você planejou porque colocar a responsabilidade no mundo? Perceba que se algo não saiu ou não está saindo do jeito que você gostaria foi porque você tomou alguma atitude equivocada e você, somente você terá que colocar as coisas no eixo novamente. Você é o responsável direto por tudo que acontece na sua vida.

Fato 5. Acreditar que sem planejamento você será bem sucedido. Este é um dos maiores equívocos que as pessoas podem cometer, querer fazer algo no improviso. Se você notar, os maiores cases de sucesso tanto de pessoas como de empresas no mundo deram-se por planejamentos muito bem feitos. O planejamento lhe possibilita acompanhar o passo a passo da sua meta, desde seu inicio. Além disso, lhe dá a oportunidade de tomar medidas corretivas quando algo não está saindo como o esperado e o melhor de tudo, você consegue enxergar o todo. Portanto, querer fazer algo no improviso é também levar sua própria vida da mesma maneira.

Fato 6. Adiar o que tem que ser feito. Já reparou que quando queremos algo do outro tem que ser para ontem mas quando temos que fazer algo para nós mesmos nos enchemos de defesas para justificar o não fazer? Isto se chama auto sabotagem e é um perigo quando queremos adiar nossos sonhos, afinal de contas é muito mais fácil julgar o outro pelo que ele deixou de fazer.

Fato 7. Acreditar que o topo é o final da linha. Muitas pessoas quando alcançam seus objetivos acham que ficarão no topo para sempre, ai é que se enganam pois após chegar no ápice talvez o desafio maior seja manter-se nele. A manutenção precisa ser feita logo após alcançar a meta. Time que está ganhando é ai que se mexe mesmo.

Fato 8. Pedir opinião de quem não entende do assunto. É muito comum procurarmos pessoas para dividir nossas angústias, principalmente quando as coisas não está dando certo. O problema é que saímos perguntando para todos o que acham do que estamos fazendo em busca de alguma opinião que vá acalentar nosso coração. O problema é que muitas vezes consultamos as pessoas erradas, que não vão agregar nada em nosso desempenho.

Para realizarmos nossos sonhos busque estar bem com o que irá se propor, corra atrás de conteúdo através de pesquisas e estudos e procure ferramentas para lhe ajudar. Além disso, corra primeiramente atrás de resultados, coisas que irão agregar na vida das pessoas e as deixarão felizes, deixe o dinheiro como consequência de um trabalho com excelência e você se sentirá a melhor pessoa do mundo. Pense nisso!

Ebook Amandio Junior
Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.

Meu estoque e eu: Um caso eterno de amor

estoque um caso de amor

Eu ouço muitos empresários dizerem que suas empresas são como filhos para eles,  e eu creio nisso, apesar de que muitas vezes este sentimento é só na teoria.  Porém se isso for realmente verdade,  se tratando principalmente de empresas no ramo do comércio,  a parte deste filho chamado empresa que os empresários mais amam se chama estoque.  Conheço muitos gestores que não admitem estoque vazio, pois o cliente não pode de maneira alguma deixar de encontrar tudo. O grande problema é que o cliente não quer comprar tudo,  ele quer somente o que ele necessita e os gestores muitas vezes não sabem das necessidades do seu cliente, pois não têm o hábito de fazer pesquisas.

Vamos entender primeiramente o porque de toda este apego pelo estoque.  Quando havia hiperinflação no Brasil,  os gestores costumavam comprar em grande escala evitando assim comprar todo o tempo com um valor maior.  Hoje apesar de ainda haver inflação é bem menor do que naquela época e além disso há muito mais fornecedores hoje em dia do que antigamente, o que faz com que não haja uma necessidade de um estoque muito alto. O segundo fator foi relatado no primeiro parágrafo,  não há uma interação mais de perto com o cliente.

O empresário que acredita que para poder tocar seu negócio em frente precisa abarrotar seu estoque com produtos está emperrando a engrenagem de sua empresa e vamos ver as causas e consequências disso:

Causa 1. Compra errada. O fornecedor ou representante quer vender toda a sua oferta e para isso oferece produtos com descontos em troca de uma compra em maior quantidade ou de um prazo mais elástico de pagamento.

Outra estratégia que as empresas fornecedoras tem é a de oferecer compra casada. Elas oferecem um ou mais produtos com descontos maiores e / ou prazos de pagamento maiores.

O grande problema disso tudo é adquirir produtos a mais do que seu estoque comporta ou ter produtos que não giram.

Causa 2. Não conhecer seu estoque profundamente. É muito comum encontrar empresários que não tem o real conhecimento,  age puramente no achismo e na hora de comprar geralmente compra errado.  Comparo isto com fazer a compra do mês no supermercado sem lista, fatalmente virá produtos desnecessários, quantidades maiores ou menores.

Consequência 1. Produto no estoque por muito tempo significa dinheiro parado. Outro fato muito comum nas empresas é ter empréstimos em bancos enquanto há dinheiro dentro da empresa em forma de produto.  Conheci um empresário que tinha o equivalente a R$600.000,00 em produtos a preço de custo e precisava de R$180.000,00. Ou seja,  ele tinha R$420.000,00 parados dentro da empresa e tinha feito um empréstimo de R$200.000,00 junto ao banco.

Consequência 2. Aumento da necessidade de capital de giro.  Muitas vezes quando o empresário começa a perceber que não está entrando dinheiro no seu caixa ele ataca no aumento do preço de venda e esquece ou até mesmo não sabe que o grande problema está no seu estoque parado. Produtos encalhados não se transformam em receita,  então o gestor pede um empréstimo ao banco, aumenta o custo financeiro e consequentemente a necessidade de capital de giro tornando s empresa mais pesada, até ele não aguentar mais e falir.

Toda empresa necessita de estoque, porém é fundamental entender algumas coisas:

  1.  Qual o consumo médio do produto? em média quantas unidades você vende?
  2. Qual o tempo de reposição do produto? Quanto tempo leva desde s decisão da compra até a chegada do produto na empresa?
  3. Qual o estoque de segurança necessário? Se a entrega do fornecedor atrasar quantas unidades tenho para suprir a necessidade do cliente? E quantos dias edta quantidade comporta?

Há muitas outras análises para se fazer do estoque, como a análise da curva ABC, por exemplo,  porém o que não pode haver de jeito nenhum é paixão pelo estoque.  Trate-o com razão e não com emoção,  pois produto bom é na mão do cliente e não dentro da sua empresa.  Pense nisso!

Sucesso a todos!
Ebook Amandio Junior
Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.

A qualidade está nas pessoas

qualidade esta nas pessoas

Todo ano há uma tendência das empresas montarem seus planejamentos estratégicos,  pelo menos é o que os gestores chamam. Metas para aumento de faturamento,  investimentos em infraestrutura,  entre outras coisas são colocadas nas pautas das reuniões de  início de ano.  Até aí tudo bem,  toda empresa deve se planejar mesmo, pois não teriam tantos problemas nas horas de tomar decisões. O fato é que muito se olha para números e pouquíssimo se olha para a melhoria da qualidade nas pessoas.

   Muito se fala de gestão de qualidade, que toda empresa precisa e deve se preocupar com processos e procedimentos, com análises de ameaças e oportunidades, pontos fortes e fracos, entre outras coisas. Concordo plenamente com tudo, porém na minha opinião a maior qualidade tem que vir das pessoas, suas competências e habilidades.

Nesta relação de gestão da qualidade das pessoas vejo dois lados muito distintos: patrão e funcionário. O primeiro lado é o que detém o poder, a pessoa que pensa em melhorias como superar os números dos anos anteriores, aquele que pode admitir e demitir quem não estiver trazendo resultados para sua empresa. O outro é o que entrega sua vida ao primeiro e diz: “Eu estou com você para tudo, conte comigo”.

   O curioso é que ambos os lados colocam expectativas em seus corações e mentes e muitas vezes esperam um pelo outro e nada acontece, pois enquanto o patrão fica dizendo que o funcionário não quer nada o funcionário já se queixa que a empresa não investe nele.

Quem tem razão nos dois exemplos? Ninguém! Pois cada um deveria exercer seu papel dentro da instituição. Vou mostrar um exemplo muito comum que acontece nas empresas.

   João é empresário há 20 anos e já está se sentindo cansado em exercer tal função.  Durante todo este tempo ganhou muito dinheiro mas perdeu bastante também,  esteve envolvido em cheque especial e empréstimos bancários diversas vezes e por muitas vezes foi levado à justiça por seus funcionários.

Todos estes acontecimentos fizeram com que ele fosse perdendo o estímulo de continuar com a empresa,  mas por outro lado o que fazer depois de vendê-la? Então ele tomou uma decisão, decidiu colocar um gerente geral na empresa com a seguinte função: fazer tudo!

   Ele contratou o Mário,  um profissional da área de administração que entrara na empresa para aplicar o que aprendera na faculdade,  porém não conseguiu pois tinha que cumprir tarefas operacionais.

O resultado desta história foi que Mário ficou na empresa apenas seis meses e pediu demissão,  de quem foi o erro?  De ambos!  João por não saber o que um gerente faz na empresa e não cuidar da pessoa e Mario por não cuidar de si perguntando se iria poder fazer o que tinha em mente.

   E isto é o que acontece no mundo corporativo,  a falta de zelo e até de respeito com o outro. Muitas vezes as empresas perdem verdadeiros talentos por não sabeerem cuidar dos mesmos.  Então,  para que tantas estratégias de aumento de faturamento e outras coisas se o produto ser humano,  que é o maior patrimônio que uma pessoa pode ter não é valorizado? Pense nisso.

Sucesso a todos!

Ebook Amandio Junior
Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.