A liderança interfere nas relações ou é o contrário?

a liderança interferencia nas relações 1

Há um programa de TV que mostra uma expert em comportamento infantil corrigindo erros que as crianças cometem e que precisam ser corrigidos. Se você já sabe de que programa eu estou falando e se já assistiu pode perceber que os responsáveis pelo mau comportamento dos filhos sempre é dos pais, eles é que pecam na forma de criá-los.

Nas empresas não é diferente, o (mau) comportamento apresentado pelos funcionários é reflexo direto da maneira como os gestores os lideram. O que eu presencio em algumas empresas são funcionários que fazem o que querem como chegar atrasado, sair mais cedo ou até mesmo faltar um dia de trabalho sem avisar, isto sem contar o comportamento indevido dentro do local de trabalho. Não estou aqui defendendo um lado ou condenando o outro, o que quero dizer é que tudo na vida existe uma origem, e o gestor que não cuidar das regras da empresa com certeza vai ter problemas do tipo que eu mencionei.
Por que é tão difícil gerir pessoas? Geralmente os gestores me fazem esta pergunta, e a minha resposta é que não há normas e procedimentos bem definidos dentro das empresas, não há regras bem feitas que deem tranquilidade de trabalho para ambos os lados. É necessário entender que as pessoas tem níveis de maturidade diferentes, o que é normal para um não é para outro. Além disso, há pessoas que tem dificuldades de seguir regras, principalmente quando não lhe são cobradas.
Voltando ao programa de TV, a expert quando percebe que o problema está na origem, ou seja, nos pais então ela faz um trabalho em conjunto orientando como deve ser feito. Depois de monitorar de perto, ela se afasta por alguns dias, mas continua checando como as coisas estão indo. O curioso é que ela sempre detecta que as orientações que ela deu aos pais não estão sendo levadas à risca e o resultado disso é que as crianças voltam a repetir seus maus atos e muitas vezes até de maneira pior. E o que a expert faz? Volta à residência e retoma o trabalho até tudo ficar dentro da normalidade.
Na empresa é necessário se fazer da mesma maneira, detalhando mais abaixo coloco sugestões para evitar problemas de comportamento por parte dos funcionários:

1. Contratação. O relacionamento inicia quando um funcionário é contratado, quando o contrato com o mesmo é selado. Neste momento a empresa precisa ter uma cartilha de normas e procedimentos para dar a pessoa. Leia a cartilha com o mesmo, questione se há dúvidas, clarifique tudo o que for necessário para que a pessoa saia de lá certa do que pode e do que deve fazer.

2. Monitoramento. De posse da cartilha de normas e procedimentos em mãos do funcionário, é hora de monitorar se ele está cumprindo o que foi combinado. Analise seu comportamento, colha feedback da equipe, ajude-o se for necessário.

3. Medidas corretivas. Dificilmente o funcionário recém contratado irá absorver tudo o que está escrito na cartilha de primeira e provavelmente ele irá deixar algo passar, inconscientemente ou não. A função do gestor ou de quem estiver acima deste funcionário, é detectar alguma anormalidade e corrigir imediatamente. Deixar para depois criará um sentimento no funcionário de que toda vez que ele fizer algo não acontecerá nada, pois nunca foi e nem será chamado à atenção.

4. Combata as conversas de bastidores. Fofocas infelizmente são muito comuns em ambientes corporativos e se não forem logo exterminadas podem chegar a uma proporção enorme e mais trabalhosas para serem resolvidas. Quando você perceber que alguma situação virou fofoca, aja imediatamente. Chame as pessoas envolvidas e acabe com o mal pela raiz.

5. Feedback. Promova sessões de feedback periodicamente com seus funcionários, seja em grupo ou individualmente. Um feedback pontual, no momento da ocorrência evita dores de cabeça futuras.

6. Edifique seus funcionários. Há gestores que só conversam com seus funcionários quando é para dar uma bronca. Evite isto os edificando, promova encontros com a equipe como o aniversariante do mês ou premiação da pessoa que bateu alguma meta estipulada. Além disso, elogie seus funcionários onde quer que você ou eles estejam.

Além dos itens que escrevi acima, o gestor precisa estar disposto a encarar a gestão de pessoas na empresa como um desafio que irá trazer benefícios inigualáveis se for bem estruturado e conduzido. Para isso, ele precisa ser o exemplo mor, a pessoa que será o espelho para os outros, ser justo com todos, não favorecer alguém principalmente se for amigo ou parente. Vivemos na era dos relacionamentos então, assim como no programa de TV, tudo começa na origem, nos pais, nos gestores. Pense nisso.

Sucesso a todos!

Ebook Amandio Júnior
Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.