A importância da inteligência emocional na liderança

inteligência emocional na liderança

Segundo Daniel Goleman, o segredo do sucesso está na inteligência emocional e

não no famoso Q.I. (quociente de inteligência) em que se baseia o lado cognitivo do ser

humano. Em outras palavras, de acordo com Goleman a pessoa que sabe controlar suas

emoções alcançará patamares altos rumo ao seu objetivo.

Eu particularmente concordo plenamente com ele, pois não adianta você ter

conhecimento técnico se seu comportamental não está à altura para equilibrar a balança

da vida. Sempre vejo pessoas muito inteligentes cognitivamente falando, verdadeiras

potências em segmentos diferentes, mas que se perdem e jogam oportunidades

preciosas simplesmente por não terem a cabeça no lugar. Quem nunca conheceu aquele

jogador de futebol, por exemplo, que tinha tudo para se destacar positivamente, mas

despontou negativamente justamente por ter temperamento forte e não saber se

controlar?

Se você é uma pessoa que tem o chamado “pavio curto” entenda que talvez os

resultados insatisfatórios que você vem obtendo na vida deem-se devido a capacidade

limitada que você tem de solucionar problemas de uma maneira mais racional do que

emocional. Resolver problemas deixando o emocional tomar conta da situação não é

nada saudável, portanto a inteligência emocional é fundamental para manter relações e o

controle da situação.

Há sinais que evidenciam descontrole emocional, abaixo relaciono alguns:

1. Descontrole sobre suas ações. Algumas pessoas se irritam facilmente, tendo elas

razão ou não. Isto ocorre quando elas perdem algo ou se decepcionam por algum motivo.

As evidências aparecem quando elas choram ou riem compulsivamente, roem as unhas

ou até mesmo balançam as pernas sem parar.

2. Noites sem dormir. A pessoa que está apresentando quadro de descontrole

emocional tende a passar noites em claro. Elas não conseguem desfocar no problema e

focar na solução.

3. Desconcentração no que faz. Outro sintoma do descontrole emocional é sair do foco

se algo facilmente em detrimento de outras coisas, mesmo se o que esteja fazendo seja

de suma importância ela dispersa. O maior prejuízo disso é que a produção e a execução

de algo podem ficar pendentes.

4. Aumento da irritação. É muito comum das pessoas com descontrole emocional se

irritar facilmente até mesmo com situações que poderiam ser resolvidas sem nenhum

stress. Estas pessoas tendem a afastar as outras por conta de um constante mau humor.

5. Padecimento do corpo. Quando a mente não está bem é o corpo que sofre as

consequências. Muitas vezes pessoas passam a ter dores de cabeça, de coluna, etc.

achando que seja algo físico, mas na verdade é emocional.

banner-do-site amandio junior ebook construindo resultados
Se você por um acaso se enquadra em um desses itens acima ou com todos,

cuidado! Você pode estar passando por uma fase de descontrole emocional e não está

percebendo. Em um processo de liderança é essencial que você mantenha total controle

das situações, todavia nunca se esqueça de algo: você é ser humano. Portanto, sugiro

que dê uma olhada nas dicas que tenho para você logo abaixo:

a) Respeite seu limite. Como eu citei no parágrafo anterior, nunca se esqueça de que

você é ser humano e provavelmente não consegue controlar 100% de suas emoções.

Portanto, repare onde você ainda tem limitações e busque analisá-las cuidadosamente

refletindo o que você pode fazer para melhorá-las.

b) Foco na solução e não no problema. Problemas sempre acontecerão em nossas

vidas, isto é inevitável. O que você não deve potencializar é a continuidade do mesmo.

Então, foque na solução e tire o problema da sua frente. Por exemplo, você está sem

dinheiro para comprar algo (este é o problema). Três coisas que você pode fazer para

conseguir receita para atingir seu objetivo:

1. Buscar uma fonte de renda alternativa;

2. Traçar uma meta em curto, médio ou até mesmo em longo prazo para comprar o que deseja;

3. Fazer uma gestão de economia mais severa para alcançar o objetivo.

c) Errar é humano. Você gostaria de obter qual nota em cada coisa que você se

compromete a realizar, de 0 a 100? Provavelmente 100, certo? Porém quando você

executa algo você está preparado para o 100? Se não estiver, então não se puna tanto e

ao invés de sofrer com o que não conseguiu procure outras alternativas que levem até

onde quer.

d) Pensamento no que deseja. Aliado ao foco na solução procure mentalizar o que

deseja e procure esquecer o que não deseja. O cérebro precisa bombardeios específicos

para poder entender o que você realmente deseja. Portanto, se você quer trabalhar algo

em você ou em sua empresa foque no que quer e não no que não quer.

e) Acredite no seu potencial. Você sabe qual é o maior limitador do ser humano? Ele

mesmo. Se você não acredita em você como quer que os outros acreditem? Sua postura

e sua autoestima irão dar o tom do seu controle emocional e como o outro lhe enxerga.

Na vida ou na sua profissão você só será bem sucedido se souber ter domínio

sobre suas ações e atitudes e para isso o controle emocional principalmente nos

momentos mais difíceis o ajudará a solucionar problemas que pessoas que não o

possuem não conseguem. Pense nisso!

Sucesso a todos!
Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.