Investir ou não investir, eis a questão.

Investir ou não investir, eis a questão

No meu artigo anterior eu escrevo sobre o significado correto do termo “crise”. Assim como o mosquito da dengue está em evidência esta palavra está entranhada na mente e no coração de muitos Brasileiros. Mas vamos parar para analisar e tentar entender o porquê esta palavra hoje tem tanta potência entre nós.

O problema está dentro de mim ou no externo? Os acontecimentos estão realmente fazendo com que eu não consiga êxito no que eu faço ou será que me falta fazer algo diferente para começar a virar o jogo? Entenda que os seus resultados estão diretamente ligados a potência que coloca em algo que almeja e há pessoas que acreditam que o sucesso vem por acaso e de graça, ledo engano.

Certa vez em uma sessão de Coaching a coachee (pessoa que está passando pelo processo de coaching) me relatou que estava profissionalmente acabada, pois tinha sido recentemente demitida de uma empresa onde era a cozinheira chefe, não conseguia nada no ramo e o pior, acreditava que só sabia fazer uma coisa na vida: cozinhar.

Pois bem, vamos ampliar um pouco nossa visão. O fato de saber cozinhar não seria o suficiente para que ela pudesse abrir seu próprio negócio? É CLARO QUE NÃO! Sair de uma posição de funcionário e ser dono de um empreendimento requer dezenas de fatores. O que eu quero dizer com este exemplo é que obter sucesso em algo está diretamente ligado a investimento. Porém, existe algo dentro do ser humano que é o responsável direto às construções de suas barreiras, algo chamado crenças limitantes.

Crenças limitantes são resultados de interpretações negativas das experiências que vivemos. No momento que nos identificamos com uma situação ou modelo, nossas decisões sofrem influências daquele padrão, impedindo a mudança de paradigmas.
banner-do-site amandio junior ebook construindo resultados
É extremamente necessário investir em tempo, dedicação, esforço, dinheiro e outras coisas mais para poder pensar em êxito. Perceba que tudo que foi feito um dia na vida pode ser um dia desfeito: a confiança ou desconfiança de alguém, o sucesso ou o fracasso, a vitória e a derrota, etc. Portanto, ao invés de ficar focando em algo que você não consegue faça a você mesmo as seguintes perguntas:

Eu não consigo ou eu não quero? Muitas vezes as pessoas entram em uma zona de conforto e tentam se convencer de que não conseguem algo, porém de alguma maneira aquela situação em que ela “quer mudar” está confortável;

Se eu quero o que então está me impedindo? Esta é uma pergunta que de certa maneira lhe coloca na parede. Se você realmente tomou a decisão o que lhe falta para seguir em frente?

Aparecendo barreiras o que devo fazer para derrubá-las? É claro que a vida não é um mar de rosas, portanto ao aparecer problemas pelo meio do caminho o que você fará para ultrapassá-las?

De posse destas perguntas é hora de começar a agir, tenha sempre em mente que investimentos requerem sacrifícios, portanto não espere por vida fácil. Todavia, saiba que os louros da glória virão com o tempo e você perceberá que tudo o que você fez valeu a pena. Pense nisso!

Sucesso a todos!
Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.