Quando criança, você pode ter sido levado a acreditar que dinheiro não era algo de Deus, que todo o mal do mundo tinha o dinheiro como o principal responsável. O tempo passou, provavelmente você até hoje ouve frases denegrindo a imagem do dinheiro, mas você amadureceu e não acredita mais em tais frases do tempo de infância. Será que não mesmo?

Desde a infância a sua mente é bombardeada de informações que vão tomando forma fazendo com que você acredite que elas são verdadeiras. Quando estas crenças começam a fazer com que seu senso crítico aumente a ponto de acreditar que sua opinião está quase sempre certa e por outro lado bloqueia sua visão de mundo para experimentar algo novo, então pode-se dizer que você possui crenças limitantes.

No meu artigo “Dinheiro realmente traz felicidade?” eu falo sobre as crenças limitantes e dos cuidados que temos que ter para que elas não sejam responsáveis pelas travas da vida. Tais crenças podem aparecer em qualquer âmbito da sua vida geralmente são criadas ainda na infância, porém isto não é uma regra.

No campo das finanças pessoais é a mesma coisa. Como eu disse no inicio deste artigo, frases sobre o dinheiro são incutidas na sua mente e conscientemente ou não você as carrega e pode vir a pregar algo que você acredita com toda a força. Algumas frases bem clássicas: dinheiro é sujo, dinheiro corrompe as pessoas, dinheiro afasta as pessoas, dinheiro é a maior causa das brigas entre famílias.

Dênis (nome fictício) era uma criança que tinha muitos sonhos e ambições, porém vivia em um ambiente onde as pessoas eram muito conformadas e costumava ouvir que não deveria criar muitas expectativas na vida, pois além de dinheiro ser algo que não era bom, Deus tinha os colocado em uma situação cujo destino nunca iria sorrir para ninguém.

Quando chegou a adolescência Dênis conseguiu um emprego como office boy em um banco de sua cidade ganhando apenas um salário mínimo. Toda vez que ele recebia seu salário, as frases da sua infância vinham muito forte à sua mente fazendo com que ele desse um direcionamento sempre para a escassez e nunca para a abundância, ou seja, gastava tudo e não poupava nada.

Todavia, Dênis começou a prestar atenção que onde trabalhava algumas pessoas eram bem sucedidas financeiramente, tinham bons automóveis e moravam em boas casas. Com o tempo fez amizade com alguns deles e então ficava atento aos seus comportamentos, o que conversavam entre eles.

O que mais chamava sua atenção era a relação dessas pessoas com o dinheiro: eles falavam de investimentos, de como poupar, de como multiplicar seus ganhos. Dênis passou três anos no emprego e durante este tempo aprendeu a mudar a maneira de pensar sobre o dinheiro. Na fase adulta tornou-se um grande empresário criando patrimônios e os multiplicando de maneira consistente.

O que Dênis fez para deixar de ser alguém que acreditava que dificilmente iria ter dinheiro em abundância e passou a ser uma pessoa altamente bem sucedida financeiramente falando? Ele simplesmente mudou os conceitos que tinha sobre dinheiro e passou a vê-lo como algo agregador na sua vida e não um objeto de afastamento de tudo e de todos. Seguem abaixo algumas perguntas para autorreflexão baseadas na mudança de comportamento do nosso personagem:

  1. O que eu penso a respeito do dinheiro?
  2. Tudo o que eu penso é realmente verdade ou é coisa da minha cabeça?
  3. O que eu ganho e perco mantendo estes pensamentos sobre o dinheiro?
  4. Eu conheço alguém que tenha obtido sucesso financeiramente pensando que nem eu penso?
  5. Pensar da maneira como eu penso em relação ao dinheiro me incomoda?
  6. Se me incomoda, como eu poderia mudar a maneira de pensar?
  7. Mudando a maneira como eu penso, eu acredito que poderia começar a ter resultados melhores?
  8. Se tudo o que leu acima fez sentido para você, o que lhe impede de começar a agir diferente?

Eu entendo que este movimento diferente pode se configurar um grande desafio no inicio e também sei que não é o suficiente para que você comece a pensar em ficar rico, mas acredite que tudo começa na mente e mudando a maneira de pensar quebrando suas crenças limitantes sobre dinheiro vai fazê-lo abrir a mente em direção a um futuro melhor.

Se você tiver dificuldade em começar, entre em contato comigo, podemos começar um trabalho de Coaching para lhe direcionar e lhe ajudar a criar planos e estratégias rumo ao seu sucesso financeiro, será um prazer atendê-lo.

Você poderá assistir a uma aula minha online aprofundando este assunto com o intuito de abrir mais sua mente em prol da abundância financeira. Na próxima quinta feira eu farei uma live para trocarmos uma ideia de como melhorar seu desempenho financeiro, te aguardo lá. Um grande abraço!

Para assistir a aula basta clicar nesse link: QUERO ASSISTIR A AULA!

Comments are closed.