Segundo o dicionário Aurélio, a palavra crença significa fé religiosa, confiança, opinião. Desde cedo somos levados a acreditar em diversas coisas, algumas que não abalam em nada nosso desenvolvimento emocional e/ou intelectual, outros que marcam (para sempre) nossa história.

Mas em que eu na verdade devo acreditar? No que meus pais me ensinaram ou no que a sociedade diz? E tudo que eu internalizo é realmente verdade? Como eu faço meus filtros? As coisas que eu acredito agregam algo na minha vida?

Você pode perceber que há inúmeros questionamentos a serem feitos e ler este artigo até o final pode lhe ajudar a desvendar muitos mistérios entranhados em seu coração e mente. Fica comigo!

Calma! Eu irei te ajudar, afinal de contas foi por isso que escrevi este artigo e você o está lendo. Sabe, muitas vezes nem tudo o que nos é apresentado é verdade ou nos serve e o cuidado que temos que ter é que aquilo que não nos serve precisa ser descartado, pois pode apresentar algo que nos impeça de caminhar.

Sabe o que eu quero dizer com isso? É que há crenças que podem estar lhe travando de andar para frente e você nem perceba. Tais crenças são denominadas justamente de crenças limitantes.

Toda crença nasce a partir de um paradigma, você sabe qual é a diferença entre um e outro? Paradigmas são ideias e conceitos que são colocados em sua mente e muitos deles passam a ser encarados por você como verdadeiros e a partir dai o paradigma passa a ser uma crença.

Depois de serem transformados em crenças, a sua maturidade e sua experiência vão ciando filtros e então as separam em crenças conscientes e inconscientes.

As crenças conscientes são as que você tem a plena certeza do porquê acreditar. Exemplos: em Deus, nas consequências do uso de drogas, etc.

Todavia, há crenças que você não sabe por qual motivo você a segue, não é mesmo? Desde criança eu ouvia dos meus pais e da comunidade onde vivia que açaí fazia mal mistura a tudo ou quase tudo (eu sou de Belém do Pará e aqui a cultura do açaí é muito forte). Eu cresci ouvindo que açaí era prejudicial se fosse misturado com leite, outra fruta, se tomado à noite ou até mesmo se sobrasse um pouco do dia anterior tinha que ser jogado fora, pois não prestava mais. Estes são apenas alguns exemplos no meio de tantos outros.

O que aconteceu comigo então? Eu era totalmente avesso ao pobre do açaí, não tomava de jeito nenhum com medo até de morrer, que absurdo!

Certo dia eu me perguntei se tal crença fazia sentido e comecei a perceber que açaí não fazia mal com nada. Hoje eu o tomo sem medo algum.

As piores crenças são as limitantes, tudo porque elas podem lhe paralisar a ponto de você perder oportunidades incríveis, tanto no âmbito pessoal como no profissional, de crescer e obter resultados mais satisfatórios. Alguns exemplos são: pessoas ricas são desonestas, eu não nasci para fazer tal coisa, algumas pessoas têm mais sorte do que outras, etc.

Muito bem, você deve estar pensando que há centenas de crenças limitantes dentro de você que estão lhe impedindo de ter uma vida mais promissora, não é mesmo? E como quebrá-las? Siga este passo a passo que irei lhe dar agora:

  1. Pense em algo que você acredita muito;
  2. Reflita sobre a origem desta crença, como ela começou para você?
  3. Agora pense assim: Porque eu acredito nela?
  4. Tal crença lhe limita de avançar em algum aspecto da sua vida? Se não, será mais fácil de eliminá-la, se sim ela lhe dará mais trabalho.
  5. Se for uma crença limitante, pare para pensar como seria se você não a tivesse? Por exemplo, você acredita que não nasceu para ser rico. Se você não pensasse assim, como seria então? Quais atitudes e ações você tomaria para começar a ganhar dinheiro?
  6. Perceba como se sente e aja para poder eliminar esta crença que o/a limita.

Portanto, meu amigo(a), as crenças não nasceram com você, você as deixou entrar e as alimentou, talvez as alimente até hoje.

Tenha muito cuidado como você as trata, elas serão insignificantes se não lhe fizerem mal, porém altamente prejudiciais se você não as eliminar.

Você acredita que este artigo lhe ajudou a abrir a mente e perceber o que pode estar travando sua vida? Se sim, você gostaria de saber mais? Então clica neste link aqui https://goo.gl/r11Kr4 e se inscreve para receber mais informações de como você pode construir resultados maiores e melhores na sua vida.

Sucesso sempre!

2 Comments

  1. Simone Cruz

    Boa noite!
    Achei muito interessante esse artigo. Pois eu não sabia que existiam as crenças limitantes. Pois a partir do momento que tomei conhecimento tive um grande impacto de ver tantas coisas que foram instaladas em nossas vidas pelos nossos pais. Hoje tenho plena consciência e já trabalho crenças fortalecedoras no meus filhos, marido e principalmente em mim. Amandio, seu artigo foi muito bem colocado. 👏👏👏👏👏

    • Amandio Junior

      Olá Simone Cruz, tudo bem? As crenças limitantes podem te acompanhar a vida inteira sem você perceber as razões de você não conseguir alcançar os resultados desejados. Achei muito interessante você dizer que já trabalha crenças fortalecedoras com a sua família. Parabéns e obrigado pelo seu comentário. Clique no link no final do artigo e cadastre-se no programa Construção de Resultados. Um grande abraço e até a próxima.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *