No artigo intitulado “Gestão de pessoas ou gestão para pessoas?” eu levanto 6
passos que são muito importantes para que o gestor de uma empresa possa gerir
pessoas de maneira eficaz. O primeiro passo se refere a ter objetivos comuns e é este
que vamos tratar neste artigo.

Como é que inicia o relacionamento de um casal, por exemplo? Primeiramente há
o contato inicial quando as duas pessoas começam a conversar e notar se há algo em
comum entre eles. Através de diálogos e convívio o casal começa a abrir mais suas vidas
e suas particularidades rumo a um relacionamento mais sério. À medida que ambos vão
sentindo que há futuro na relação, eles vão pensando em um futuro mais promissor.

Em uma relação empresarial é exatamente da mesma forma, o único problema é
que muitas vezes não há objetivos comuns em ambas as partes. Alguém se candidata a
uma vaga em uma determinada empresa e leva consigo sonhos e ambições, do outro
lado há alguém que contrata e que também tem sonhos e ambições, porém não são os
mesmos da pessoa candidata. O candidato pode querer apenas passar um tempo na
empresa por razões de estudo, por exemplo, e depois querer ir embora. Pode ser também
que o candidato queira seguir carreira na empresa, porém não é isso que o gestor queira,
ele quer apenas um funcionário temporário e depois vai mandá-lo embora.

Como você pode notar, pessoas têm motivações diferentes, nesta relação é
importante o gestor saber o que ele deseja do candidato à vaga e se este candidato terá
condições de exercer o que for pedido. Como um casal, o relacionamento tem que iniciar
com muito diálogo e percepção do que ambos têm a dar e a receber. Mas na hora da
entrevista de emprego, gestor, as suas perguntas conseguem trazer à tona a percepção
de que aquela pessoa do outro lado da mesa é a pessoa correta a ser contratada?

   Seguem algumas dicas para serem usadas no momento da entrevista:

Evite perguntas óbvias. Perguntas do tipo: Fale um pouco de você ou mesmo quais
suas virtudes e defeitos não levam a nada. A pessoa que está a sua frente em hipótese
alguma irá falar mal de si, pelo contrário, ela sempre dirá que é a melhor pessoa do
mundo;

2. Tenha em mãos uma cartilha de normas e procedimentos. Regras existem para ser
cumpridas, então qual o problema de apresentá-las? Muitas vezes o relacionamento entre
patrão e empregado não dá certo devido a falta de normas bem definidas, então o
funcionário entra estabelecendo suas próprias regras que vão diretamente contra as da
empresa. Portanto, crie suas regras;

3. Questione bastante. Você só irá entender o que o candidato espera da empresa se
você perguntar, porém faça perguntas que demandem mais do que um simples ‘sim ou
não’. Lembre-se, as perguntas movem o mundo;

 4. Apresente a empresa e as pessoas da empresa. Um grande erro cometido pelos gestores é não apresentar um novo funcionário à empresa e aos funcionários. Aquela pessoa que acabara de ser contratado é peça fundamental para o processo de melhoria, então todos precisam saber da sua existência;

 5. Treine exaustivamente. Qualquer pessoa que entre à sua empresa precisa ser treinada exaustivamente independente da função que irá exercer. A razão é muito simples: Sua empresa é única e qualquer um que entre nela precisa seguir suas características.

Como qualquer relacionamento, objetivos em comum é a chave para o sucesso de pessoas dentro da empresa. As pessoas precisam estar em harmonia todo o tempo para que haja compromisso e respeito com o outro e com a instituição. Pense nisso!

Sucesso a todos!

Deixe seu comentário, dessa forma posso tirar suas duvidas e saber sua opinião.

Comments are closed.